Início » Fiscal » Extrato do Simples Nacional: guia passo a passo de como tirar
Extrato do Simples Nacional
Extrato do Simples Nacional

Extrato do Simples Nacional: guia passo a passo de como tirar

7 minutos para ler

O extrato do Simples Nacional é um documento que apresenta informações detalhadas sobre os débitos apurados, histórico de pagamento, impostos relativos ao faturamento do mês ou do ano-calendário em questão.

Assim, tirar o extrato do Simples Nacional é um procedimento simples, que podemos realizar de maneira on-line via porta da Receita Federal.

Portanto, neste guia exclusivo, a é-Simples explica, passo a passo, como emitir o documento e quais as implicações positivas para a gestão do negócio. Ao final, deixamos uma super dica para você agilizar processos, garantindo maior segurança e controle na escrituração contábil da empresa.

Então, continue no artigo e entenda:

O que é o extrato do Simples Nacional?
Como tirar o extrato do Simples Nacional?
Quais as informações que o extrato do Simples Nacional contém?
Como o extrato do Simples Nacional pode auxiliar na gestão empresarial?
Dicas de gestão do extrato do Simples Nacional

Tenha uma ótima leitura!

Extrato do Simples Nacional: guia passo a passo de como tirar

O que é o extrato do Simples Nacional?

Popularmente conhecido como extrato, o PGDAS (Programa Gerador do Documento de Arrecadação do Simples Nacional) é um documento contábil pelo qual a empresa declara à Receita Federal o faturamento de um determinado mês.

Este documento, no entanto, é destinado somente às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte optantes pelo Simples Nacional. Assim, excluindo o Microempreendedor Individual (MEI) desta obrigação contábil.

No documento de arrecadação gerado, contarão os dados da empresa e os cálculos respectivos aos impostos incidentes sobre a movimentação da empresa no período apurado de um mês.

Ou seja, além de integrar o cotidiano de escrituração contábil da empresa, a emissão do documento via PGDAS é uma das obrigações da empresa, devendo ser realizado até o dia 20 do mês posterior ao de apuração.

Mas, qual a importância deste procedimento?

Qual a importância do extrato do Simples Nacional?

Toda empresa deve manter uma rotina contábil sólida de modo que as obrigações sejam plenamente satisfeitas, gerando estabilidade e segurança jurídica e tributária para o negócio.

Por isso, o principal aspecto que justifica a importância da emissão do extrato é, justamente, estar em linha com as obrigações contábeis, informando à Receita Federal a movimentação da empresa, faturamento e o decorrente cálculo de impostos devidos.

Visto que o Simples Nacional é um dos regimes tributários com regras facilitadas, o sistema da Receita Federal permite que o processo seja realizado de maneira on-line via plataforma do Simples Nacional.

Em seguida, confira o passo a passo detalhado!

Como tirar o extrato do Simples Nacional?

Em primeiro lugar, esse processo é relativamente simples e pode ser realizado de maneira remota via portal do Simples Nacional.

Contudo, alguns passos devem ser seguidos de modo que a declaração do mês escolhido seja realizada. Sendo assim, veja a seguir o passo a passo!

Declaração mensal:

  • Passo 1: Acesse o Portal do Simples Nacional;
  • Passo 2: Selecione a opção “Simples Serviços”;
  • Passo 3: Na seção “Cálculo e declaração”, localize e clique em “PGDAS-D e DEFIS”;
  • Passo 4: Insira as informações de identificação e acesso da empresa no portal;
  • Passo 5: Localize e clique em “Declaração Mensal” no menu à esquerda;
  • Passo 6: Clique em “Consultar Declarações” e digite o ano-calendário escolhido;
  • Passo 7: Localize a operação relativa ao mês desejado e selecione o ícone de “impressora” na coluna “declaração”;
  • Passo 8: Realize a impressão e salve em formato PDF a declaração gerada.

Desse modo, caso deseje imprimir ou salvar o faturamento de um ano-calendário específico, basta seguir os passos anteriores, para o ano-calendário passado desejado, clicando na última declaração registrada para aquele ano.

Neste documento, a saber, constarão os dados relativos ao faturamento do ano até a última declaração.

Como tirar extrato do Simples Nacional

Quais as informações que o extrato do Simples Nacional contém?

O extrato do Simples Nacional apresenta informações detalhadas de identificação da empresa e seus débitos e créditos apurados.

Por exemplo, valores devidos e pagos em cada documento de arrecadação (DAS), detalhamento de cada imposto incidente, dentre aspectos como:

  • Dados do contribuinte: CNPJ, Razão Social, CNAE, endereço, etc.
  • Informações de apuração: valores de débito apurados, impostos
  • Informações sobre o DAS gerado na apuração: histórico de pagamentos, restituições e compensações
Extrato do Simples Nacional: guia passo a passo de como tirar

Como o extrato do Simples Nacional pode auxiliar na gestão empresarial?

Práticas eficientes de gestão também implicam em ciência e controle eficiente de processos, sobretudo, contábeis, fiscais, tributários e financeiros.

Nesse sentido, a emissão do extrato possibilita identificar possíveis cenários passíveis de recuperação tributária, de compreensão de irregularidades. Bem como, da compreensão sistêmica e estratégia da empresa.

Em alguns casos, é possível também estrategicamente optar por estratégias de parcelamento do Simples Nacional, tendo em vista os impostos e de débitos apurados.

Por este aspecto, o extrato auxilia no:

  • Controle de débitos e créditos;
  • Cumprimento de obrigações acessórias;
  • Planejamento estratégico da empresa;
  • Estado de segurança operacional e agilidade de gestão

Para saber mais sobre o Simples Nacional em 2024 leia a análise exclusiva da é-Simples sobre o funcionamento e novidades deste regime tributário

Extrato do Simples Nacional: guia passo a passo de como tirar

Dicas de gestão do extrato do Simples Nacional

Mantenha o extrato arquivado

Desenvolva um sistema de arquivamento dos extratos, organizando-os por critérios de fácil localização e acesso, como ano-calendário e mês respectivo. Além disso, tenha em mente que o acesso rápido à documentação facilita e agiliza os processos gerenciais.

Consulte o extrato periodicamente

Realize o monitoramento contínuo dos processos contábeis da empresa relativos aos extratos, aos documentos de arrecadação, às declarações e demais documentos de natureza contábil.

Conte com uma ferramenta para fazer uma gestão eficiente do Simples Nacional

A escrituração contábil pode ser dinamizada, agilizada e alcançar níveis maiores de controle a partir de ferramentas inteligentes de gestão e atividades contábeis, fiscais, tributárias que impactam na saúde financeira e na sustentabilidade dos negócios.

A é-Simples, especialistas em Simples Nacional, desenvolveu uma plataforma exclusiva de Recuperação Tributária capaz de recuperar até 60 meses de impostos indevidos pagos pelos contribuintes do Simples Nacional.

Acesse nossos módulos exclusivos e saiba como a é-Simples pode te ajudar!

Contador utilizando módulos exclusivos da é-Simples, analisando dados do extrato do Simples Nacional

Conclusão

Em resumo, neste guia exclusivo você aprendeu com a é-Simples sobre o extrato do Simples Nacional, um documento de emissão mensal obrigatória via PGDAS, que registra informações relativas ao faturamento da empresa em um dado mês.

Entre as obrigações de escrituração contábil, mensalmente empresas inscritas no Simples Nacional (ME e EPP) devem emitir documento de arrecadação, realizando o pagamento dos impostos calculados tendo em vista as atividades realizadas.

Neste aspecto, pelo extrato, é possível identificar os impostos incidentes, o cálculo e, desse modo, adotar práticas eficientes de gestão contábil, fiscal, tributária e financeira.

A é-Simples desenvolveu uma plataforma única que auxilia na gestão contábil das empresas, possibilitando, inclusive, a identificação de cenários passíveis de Recuperação Tributária de até 60 meses de impostos no Simples Nacional.

Acesse nossos módulos exclusivos e saiba como a é-Simples pode te ajudar!

Posts relacionados

Deixe um comentário

Abrir bate-papo
Posso ajudar? 😃