Erro PGDAS Restituição do Simples Nacional Erro PGDAS Restituição do Simples Nacional

Restituição do Simples e o PGDAS dando erro! O que fazer?

3 minutos para ler

Está tentando fazer alguma restituição do Simples Nacional e o PGDAS está dando erro? O que fazer para solucionar esse problema? Vamos lá, nesse artigo vou te falar como resolver esse problema sem ter que se preocupar com a Receita Federal.

Valor da Restituição do Simples

Primeira coisa que deverá fazer, é verificar o valor correto da restituição do Simples, comparando os valores dos impostos do extrato antigo, com os valores do extrato retificado, veja o exemplo abaixo:

Nesse exemplo acima, notamos que o extrato está apresentando a seguinte diferença:

  • PIS – R$ 128,37
  • COFINS – R$ 592,55

Em outras palavras, essa diferença de PIS e COFINS é justamente o valor correto que devemos fazer o pedido de restituição!

Erro no PGDAS

Veja como aparece no PGDAS os valores do pedido de restituição acima, veja na imagem:

 

Percebeu? O erro é que o PGDAS traz o valor integral das parcelas, com isso, é como se o cliente tivesse o crédito do valor integral que ele pagou do DAS!

No entanto, o PGDAS está errado, pois o crédito é apenas de PIS e COFINS conforme validamos na comparação dos extratos.

Portanto, se eu pedir esse valor integral, a Receita Federal poderá cobrar esse valor novamente com multa e juros, pois é um pedido de restituição indevido!

Faça a Restituição do Simples você mesmo!

Para evitar erros em sua apuração, é muito importante você ter um sistema confiável e realizar esse trabalho da forma correta

Por isso, desenvolvemos um software que faz a apuração do Simples em segundos e segrega os produtos monofásicos de forma automática!

Teste grátis, link abaixo:

Recuperação do Simples Nacional

Como solucionar o erro?

Agora que já sabemos o valor correto, basta na hora de fazer o pedido de restitução informar apenas o valor correto do crédito!

O restante desse “crédito” deve ficar na base da Receita Federal, pois assim que o sistema normalizar, esses “créditos indevidos” irão desaparecer do sistema.

Veja na imagem abaixo como deve ser feito o pedido:

Observe que na imagem acima, temos o valor total disponível, mas estamos pedindo apenas a diferença de PIS e COFINS que é o valor correto do nosso crédito!

Notou como é simples? Siga a orientação acima e tudo vai dar certo em seu pedido de Restituição!

Além disso, para fazer esse trabalho de restituição da forma correta, é importante você sempre fazer a apuração corretamente, e evitar problemas futuros.

Sendo assim, para te ajudar ainda mais nesse trabalho, vamos disponibilizar para você um teste gratuito em nosso sistema! Clique aqui e garante seu teste!

E para concluir, não se esqueça de compartilhar a informação, pois vai ajudar muitos profissionais a realizar a restituição da forma correta!

Posts relacionados

Deixe um comentário