Contábil

Ticket médio: entenda o que é e como calcular o da sua empresa

A importância do ticket médio
Escrito por Leonel Monteiro

A gestão de um negócio envolve muitos números. Por isso, é necessário analisá-los por meio de indicadores de desempenho. Um dos mais importantes é o ticket médio.

Ele é um indicador sólido do rendimento da empresa e essencial para otimizar resultados. Por meio de um estudo aprofundado desse cálculo é possível obter poderosos insights para melhorar a abordagem e outros pontos específicos em relação ao marketing e às vendas.

A partir dessas informações o gestor consegue planejar como aumentar as vendas e a lucratividade. Entenda como seguindo a leitura até o final!

O que é e para que serve o ticket médio?

Trata-se de um indicador de desempenho (ou KPI como também é conhecido) de vendas que apresenta o valor gasto, em média, por cliente com compras em seu negócio durante um determinado período.

A variação do ticket médio indica perda ou ganho de valor dos produtos ou serviços ofertados no mercado. Assim, é possível entender quais geraram maiores retornos. Dessa forma, se for verificado desvalorização de algum, pode-se tomar decisões estratégicas para a valorização adequada. Ele serve para que o planejamento de marketing e vendas aconteça de forma mais eficiente e, consequentemente, a companhia obtenha lucros ainda maiores.

Qual a importância do ticket médio para sua empresa?

O ticket médio é extremamente importante, já que mostra o relacionamento dos clientes com a marca, ou seja, ele revela o quanto eles estão fazendo o seu negócio faturar, além de apontar o seu verdadeiro desempenho. Essa métrica é utilizada para realizar análises a partir do aumento ou redução do faturamento bruto de acordo com os preços comercializados pela organização.

O controle desse KPI possibilita o monitoramento do resultado de cada ação ou campanha de marketing realizada, garantindo que sejam compensadas no momento da venda. Ele funciona como uma espécie de termômetro que mensura quais estratégias resultam em mais vendas, contribuindo para aumentar o faturamento e manter a lucratividade da empresa.

Como calcular o ticket médio?

O cálculo é muito simples. Primeiro deve-se selecionar o período a ser analisado. Depois é preciso levantar todas as vendas efetivadas e o número de clientes que adquiriram produtos ou serviços no mesmo intervalo de tempo. De posse dessas informações, o cálculo é o seguinte: divide-se o faturamento total pelo número total de clientes.

Observe como fica a fórmula.

Ticket médio = valor total das vendas / número total de clientes pagantes

Vamos a um exemplo prático:

Suponhamos que, em um determinado mês, seu escritório contábil obteve a receita de 30 mil reais e 150 clientes realizaram pagamentos pelos serviços prestados. Assim, o ticket médio do seu escritório é de R$ 200.

Pois:

R$ 30.000 (receita do mês) / 150 (clientes) = R$ 200 (ticket médio).

Vale ressaltar que de nada adianta calcular esse índice e não aproveitar esse dado para alavancar as suas vendas. É preciso focar no aumento do ticket médio para que o empreendimento possa crescer.

Ele pode evidenciar um crescimento no faturamento capaz de viabilizar maiores investimentos em marketing ou em melhorias na estrutura da empresa. Desse modo, o escritório passa a ser mais competitivo no mercado.

Gostou do conteúdo apresentado neste post? Quer conhecer mais métricas para o monitoramento do seu negócio? Leia também nosso artigo sobre indicadores de desempenho para serem utilizados na contabilidade!

Sobre o autor

Leonel Monteiro

Sócio Fundador e CEO da é-Simples Auditoria Eletrônica, Contador, Consultor Tributário, Empreendedor, trabalhando na área fiscal desde 2007 e agora programando sistema para promover benefícios fiscais a seus clientes.

Deixar comentário.