Início » Gestão » Planejamento estratégico para a contabilidade, como fazer?
Planejamento estratégico para a contabilidade, como fazer?
Planejamento estratégico para a contabilidade, como fazer?

Planejamento estratégico para a contabilidade, como fazer?

4 minutos para ler

Antes de tudo, você sabe como implementar um planejamento estratégico em seu escritório de contabilidade?

Ao passo que bons gestores se preocupam em manter a agilidade e a qualidade do serviço que oferecem essas características mantém a satisfação do cliente e o bom funcionamento dos processos.

Portanto, quem administra uma empresa de contabilidade, sabe que o planejamento estratégico é um passo fundamental para alcançar esses objetivos.

Para que você consiga otimizar sua operação, listamos as principais etapas a se levar em consideração ao elaborar um plano estratégico em escritórios de contabilidade.

Planejamento estratégico para a contabilidade, como fazer?

Planejamento Estratégico – ETAPAS:

Definição das Diretrizes Organizacionais

A primeira etapa que deve se considerar é a definição das diretrizes organizacionais.

É preciso determinar qual é a cultura da empresa, ou seja, a visão, a missão e os valores da organização.

É provável, que isso possa parecer, inicialmente, uma mera obrigação técnica.

Mas, na verdade, ajuda muito a orientar, tanto a empresa quanto aos funcionários, na busca pelos objetivos estabelecidos e fornecimento de um serviço de excelência.

Visão

A visão trata de estabelecer uma perspectiva a longo prazo.

Assim, definem-se os planos para o futuro, o foco na realização dos esforços e em se atingir metas específicas.

Missão

Já a missão se refere ao propósito da empresa e para quem ela se destina.

Há algumas perguntas que podemos responder, quando a missão estiver sendo traçada, são elas:

  • Por que a empresa existe?
  • O que ela faz?
  • Para quem?

Planejamento estratégico para a contabilidade, como fazer?

Valores

Os valores, por sua vez, são aqueles que unem o mundo empresarial e pessoal, definindo princípios éticos e morais que devemos adotar no funcionamento de toda a estrutura organizacional.

Todos esses fatores, quando combinados, definem a cultura da empresa e proporcionam diretrizes organizacionais mais claras e possíveis a seguirmos e mantermos.

A Análise SWOT em seu planejamento estratégico 

A análise SWOT é uma sigla em inglês, que combina os conceitos de forças (strengths), fraquezas (weaknesses), oportunidades (opportunities) e ameaças (threats).

A partir da análise de cada um desses pontos, é possível entender tanto o ambiente externo quanto o ambiente interno nos quais a empresa se insere e, a partir disso, definir com mais precisão as estratégias que vamos traçar.

Com a análise SWOT, o plano estratégico para escritórios de contabilidade terá uma base sólida e de simples utilização para qualquer contexto.

Como explica o portal Significados, o norte-americano Albert Humphrey, na Universidade de Stanford, criou a análise SWOT durante um projeto de pesquisa desenvolvido entre 1960 e 1970.

Enquanto as forças representam as vantagens internas da empresa, em relação às concorrentes, as fraquezas são as desvantagens que ela apresenta, como, por exemplo, funcionários despreparados.

Em relação a oportunidades, essas são referentes aos aspectos positivos que têm capacidade de potencializar a vantagem competitiva da empresa.

Por fim, as ameaças são aqueles aspectos externos que podem pôr em risco, justamente, essa vantagem competitiva.

Ciclo PDCA

O ciclo PDCA é outra ferramenta de auxílio ao planejamento estratégico.

Assim, a análise SWOT, é uma sigla em inglês e define quatro passos que devem ser tomados por quem deseja otimizar seus processos.

O ciclo planejar (plan), fazer (do), checar (check) e agir (act) é muito utilizado por empresas que desejam melhorar a gestão.

Ele estabelece uma organização de processos que permite avaliar se os esforços estão chegando ao resultado esperado.

E, em caso negativo, identificar as possibilidades de reversão.

Planejamento estratégico para a contabilidade, como fazer?

Planejamento Estratégico e Controle de resultados

Em resumo, devemos traçar e acompanhar de perto toda e qualquer meta , para que seus resultados sejam efetivos.

Além disso, vimos que uma alternativa é estabelecer metas parciais, para observar as conquistas ao longo do tempo.

Com o controle de resultados, a chance de ter sucesso no que foi estabelecido pelo planejamento estratégico é muito maior.

Assim, todos ficam mais satisfeitos, tanto quem empreende quanto quem desfruta do serviço ofertado.

Gostou das informações sobre o plano estratégico para escritórios de contabilidade?

Aproveite e veja outras 6 dicas de como otimizar a sua empresa!

Posts relacionados

Deixe um comentário

Abrir bate-papo
Posso ajudar? 😃