Gestão

Conciliação contábil x fiscal: o que é e qual a sua importância?

Escrito por Leonel Monteiro

Entender o que é conciliação contábil x fiscal é fundamental para a empresa que deseja ter certeza de que suas operações financeiras e fiscais estão em dia e cumpridas adequadamente. Serve para identificar e implementar medidas a fim de evitar os gargalos, aproveitar as oportunidades de mercado e, assim, garantir o crescimento sustentável do negócio.

No entanto, para que ela seja realizada de forma correta, é necessário que você saiba o que é essa conciliação, seus objetivos, importância e principais desafios.

Pensando nisso, elaboramos este post. Continue sua leitura!

O que é e qual o objetivo da conciliação contábil x fiscal?

A conciliação contábil x fiscal se trata de um processo implementado nas empresas com a finalidade de garantir que as operações fiscais foram escrituradas de forma correta do ponto de vista contábil. Essa averiguação pode ser feita de várias maneiras, por exemplo, por meio das receitas, impostos a pagar ou recuperar e demais informações.

Esse tipo de atividade, além de assegurar a conformidade entre as obrigações acessórias, também propicia a otimização do tempo na hora do fechamento, tendo em vista que as correções manuais são minimizadas, já que os justes são feitos ainda no começo do problema.

Qual é a importância de manter a conciliação contábil x fiscal em dia?

Devido à obrigatoriedade de realizar a Escrituração Contábil Fiscal (ECF), tornou-se ainda maior a necessidade de manter todos os dados fiscais e contábeis adequados.

Normalmente, a ECF deve ser entregue todo ano, enquanto as obrigações fiscais devem ser cumpridas todos os meses, fazendo com que as conferências periódicas ganhem mais espaço. Afinal, realizar essa averiguação somente uma vez, para transações de 12 períodos, é muito mais arriscado e complicado.

Nas situações em que ajustes nas apurações fiscais são necessários, pelo fato da sua identificação prévia, fica mais fácil realizá-los antes da geração e envio das obrigações acessórias, evitando retrabalhos e demais problemas com o Fisco que podem trazer sérios problemas.

É importante lembrar que, com essa melhora da qualidade no fechamento, os ajustes pós-período também acontecerão com menos frequência, diminuindo ainda mais esses riscos.

Quais são os principais problemas enfrentados pela conciliação contábil x fiscal?

É muito normal que todo final de mês as empresas entrem um pouco em desespero e correria pelo fato das diversas movimentações a serem avaliadas e conciliadas. Principalmente nos meses em que uma averiguação periódica não é feita.

Além desse desafio, existem outros problemas que geralmente são enfrentados por esse tipo de atividade. Conheça os principais a seguir:

  • atrasos e dificuldades nos procedimentos de conferência;
  • conferência manual das transações;
  • incompatibilidade de dados entre as obrigações acessórias;
  • diferenças não identificadas ao longo o fechamento;
  • ajustes manuais de acerto sem agir na origem do problema, entre outros.

Para tornar o processo mais fácil e reduzir os erros, você pode contar com o auxílio de um profissional qualificado e de uma ferramenta que possa realizar essa função de forma frequente e automática.

Conseguiu entender a importância de contar com a conciliação contábil x fiscal na empresa? Por meio dela, erros relacionados à ECF podem ser evitados, impedindo que o negócio possa ter problemas com os órgãos fiscalizadores. Esse é um detalhe importante para garantir o desenvolvimento saudável e regular da companhia.

Gostou deste conteúdo? Então, aproveite para compartilhar em suas redes sociais e ajudar sua rede de contatos a entender melhor sobre o tema!

Sobre o autor

Leonel Monteiro

Sócio Fundador e CEO da é-Simples Auditoria Eletrônica, Contador, Consultor Tributário, Empreendedor, trabalhando na área fiscal desde 2007 e agora programando sistema para promover benefícios fiscais a seus clientes.

Deixar comentário.