Início » Gestão » A prospecção de clientes para a RCT
Prospecção de Clientes
Prospecção de Clientes

A prospecção de clientes para a RCT

5 minutos para ler

Visto que a Recuperação de Créditos é um excelente serviço a se prestar, muitos profissionais têm dedicado tempo à prospecção de clientes para este serviço. Com efeito, na RCT as empresas recuperam valores antes esquecidos. E, desse modo, podem os investir em equipamentos, treinamentos, tecnologia; bem como, pagar as dívidas e etc.

No entanto, vem a pergunta: “como faço para conseguir os clientes? Com o propósito de te ajudar na prospecção de clientes, trazemos neste post 4 dicas fáceis para você as aplicar; e, assim, conquistar os novos clientes!

As etapas da prospecção de clientes

1ª – Selecione o seu público-alvo

Já que os seus clientes serão os que revendem produtos monofásicos ou ST de PIS/COFINS, atente a esses, de acordo com as tabelas 4.3.10, 4.3.11 e 4.3.12 do SPED. A saber, os produtos são:

  • Bebidas frias;
  • Combustíveis;
  • Fármacos e de perfumarias;
  • Veículos, máquinas e autopeças;
  • Motocicletas;
  • Máquinas agrícolas autopropulsadas;
  • Cigarros e Cigarrilhas.

Afinal, quais são as empresas que revendem esses produtos? Temos, por exemplo:

  • Mercados;
  • Bares e restaurantes;
  • Autopeças;
  • Farmácias e perfumarias.

Nesse sentido, você pode achar tais empresas por usar as diversas fontes de pesquisa. Ou seja, os catálogos e as listas telefônicas; ora físicos, ora virtuais. Por conseguinte, busque também as associações comerciais, os sindicatos e as empresas de venda de cadastros, dentre outros meios.

2ª – Agende as reuniões

Depois que listar as empresas que podem ter créditos de PIS/COFINS a recuperar; é a hora de falar com os empresários sobre isso. Isto é, use um telefone a fim de criar uma agenda de visitas. Em suma, não vá às empresas sem antes as avisar. Porque esta ação não dá uma boa impressão para o cliente.

Seja como for, pesquise alguns dados para agendar as visitas por telefone. Confira as dicas, só para exemplificar:

  • Saiba se a empresa é optante pelo Simples Nacional;
  • Quem é o seu proprietário;
  • Atice a curiosidade para o cliente te atender, sem revelar os detalhes;
  • Fale dos benefícios do serviço, de modo breve;
  • Não fique ansioso para marcar a visita;
  • Grave o nome do cliente e o fale sempre que puder.

3ª – Conquiste o cliente

Em primeiro lugar, vá para a reunião com um bom material. Capriche na sua apresentação pessoal, esteja preparado e seguro. Traga uma proposta, uma apresentação sobre a empresa ou um estudo feito. Por certo, esse planejamento mostra o seu profissionalismo e outras qualidades. Como resultado, isso te dará a visão de como será a sua relação com este cliente.

Com o propósito de conquistar o cliente, oferte alguns bens à empresa. Dessa forma, podem ser:

  • ter os recursos financeiros da restituição dos últimos cinco anos pagos, de modo indevido;
  • reduzir os custos mensais da empresa, com a correta classificação fiscal, segregando as receitas de venda de produtos monofásicos ou ST de PIS/Pasep e de COFINS;
  • fazer uma estimativa, sem custos e sem compromisso, do quanto a empresa pode economizar por mês e recuperar nos últimos cinco anos;
  • frisar que o trabalho é feito por um sistema automático, que identifica os itens sujeitos à tributação do PIS/Pasep e da COFINS;
  • usar uma linguagem que ele a entenda. Falando sobre o lucro, os custos, a economia, os investimentos, um novo capital, o equipamento e a tecnologia.

Ainda mais, peça ao cliente os arquivos de 3 ou 4 meses e processe estes arquivos numa auditoria digital. Em seguida, marque uma nova reunião para lhe mostrar os resultados.

4ª – Mostre os resultados com uma boa sugestão

Agora, você mostra em números a expectativa de ganho, focando nos bens: a redução de custos e o novo capital. Ciente de que gerar os honorários da RCT é ótimo; você consegue os bons resultados financeiros e deixa o seu cliente feliz.

Lembre-se! Você precisa ter os honorários recorrentes para cuidar das suas despesas mensais. Usar o sistema eletrônico é um meio de você gerar honorários; com um percentual dos valores de PIS/Pasep e COFINS que foram restituídos aos clientes. Assim, você acompanha o seu cliente, processa os seus documentos fiscais e gera uma planilha com a movimentação dos produtos monofásicos e ST de PIS e COFINS; e dos produtos com a ST do ICMS.

Uma forte aliada para a prospecção de clientes

Diante de tanto a se fazer, a é-Simples tem uma auditoria digital fácil e rápida, que enriquece o seu trabalho, dando mais segurança a você e ao seu cliente, além de gerar os honorários recorrentes. Nós auditamos eletronicamente os documentos e os arquivos fiscais; cruzando os dados com a maior precisão.

E aí, gostou das dicas acima? Quer mais detalhes? Temos uma equipe de especialistas pronta para te ajudar no que for preciso. Fale com a gente!

Posts relacionados

Deixe um comentário

Abrir bate-papo
Posso ajudar? 😃