Fiscal

Cálculo do Simples Nacional 2018: Aprenda de maneira simples e fácil!

Cálculo do Simples Nacional 2018
Escrito por Leonel Monteiro

Hoje com as mudanças que ocorre na legislação, nós contadores ficamos até mesmo com falta de tempo para entender a aplicar todas essas mudanças. Uma mudança muito grande, foi com relação as empresas optantes pelo Simples Nacional, vou aqui explicar para vocês o novo cálculo do Simples Nacional 2018, vou ser direto e claro para você entender bem ok.

 

Como é o hoje até 31 de dezembro de 2017?

 

Temos que destacar 3 passos:

1º – Saber o valor do faturamento dos últimos 12 meses;

2º – Verificar o anexo e a faixa que a empresa se encontra;

3º – Multiplicar o faturamento mensal pela alíquota encontrada;

Simples e fácil certo? Errado, temos também que levar em consideração várias regras de segregação para não fazer nosso cliente pagar impostos indevidos, mas isso vamos deixar para outro artigo!

 

Como será o cálculo do Simples Nacional 2018?

 

Temos também que destacar 3 passos:

1º – Saber o valor do faturamento dos últimos 12 meses;

2º – Encontrar a alíquota através dessa simples fórmula: (RBT12 * Aliq) – PD/RBT12

3º – Multiplicar o faturamento mensal pela alíquota encontrada;

 

Agora você diz: Tá, deu no mesmo!??? Calma, vamos jogar tudo isso em números!

 

Vamos dizer que nossa empresa de comércio de nome EMPRESA X teve os seguintes faturamentos:

 

No cálculo de hoje até 31 de dezembro de 2017, com o seguinte abaixo anexo vigente, irá ficar assim:

1º – Saber o valor do faturamento dos últimos 12 meses:

R$ 3.226.440,60 (pegamos do nosso RBT12 na imagem acima do nosso faturamento).

2º – Verificar o anexo e a faixa que a empresa se encontra:

Faixa de faturamento até R$ 3.420.000,00, alíquota 11,42% (Verificar o anexo I acima)

3º – Multiplicar o faturamento mensal pela alíquota encontrada;

R$ 245.615,48 x 11,42% = R$ 28.049,29

Aparentemente Simples, nisso porque é um exemplo ok, lembre-se das segregações dos produtos monofásicos, sujeitos a substituição tributária, etc.

 

No cálculo do Simples Nacional 2018, com o seguinte anexo vigente, irá ficar assim:

1º – Saber o valor do faturamento dos últimos 12 meses;

R$ 3.226.440,60

2º – Encontrar a alíquota através dessa simples fórmula: (RBT12 * Aliq) – PD/RBT12%

(R$ 3.226.440,60 x 14,30%) – 87.300,00 / 322644060,00%

461.381,01 – 87.300,00 / 322644060,00%

374.081,01 / 322644060,00%

11,59%

3º – Multiplicar o faturamento mensal pela alíquota encontrada;

R$ 245.615,48 x 11,59% = R$ 28.477,23

 

Viu como não é difícil? Aliás, ficou mais complicado que o anterior!!!! E mais uma vez além de complicar nossa vida, o governo está cobrando ainda mais dos contribuintes em alguns casos, mas fazer o que, tá aí o cálculo, espero que tenham gostado e aprendido, em breve vou disponibilizar uma planilha lá na nossa página no Facebook para vocês fazerem tudo isso de forma automática ok.

Comenta e compartilha para ajudar mais colegas a entenderem o assunto, e também curta nossa página no Facebook, lá eu posto vários artigos como esses, as alterações da legislação federal e trabalhista diariamente, fique por dentro e atualizado com as obrigações.

Obrigado pela atenção e forte abraço galera!

Sobre o autor

Leonel Monteiro

Sócio Fundador e CEO da é-Simples Auditoria Eletrônica, Contador, Consultor Tributário, Empreendedor, trabalhando na área fiscal desde 2007 e agora programando sistema para promover benefícios fiscais a seus clientes.

3 comentários

  • Certo compreendo os dois calculos porem nao podemos deixar a grosso modo.
    Temos que colocar em evidencia as deduções seguindo as repartições dos Tributos, para calculo de ICMS-ST, PIS, COFINS e outros conforme decretos.
    Que em alguns Casos pode gerar uma redução de mais de 100,00 (cem reais) em comparação ao modo anterior. Claro, não é em todos casos pois haverá casos em que é preferível optar-se pelo Lucro Presumido.

  • Uma dúvida: nesse novo modelo, a alíquota encontrada (formula) será aplicada sobre o total do faturamento, independente do produto estar na SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA, como ocorre hoje?

  • Como fica no caso da empresa pertencer a primeira faixa( até 180.000,00)?
    RBT12 = 4.798,75
    Faturamento mensal= 408,00

Deixar comentário.

Share This
Cadastre-se e recebe as atualizações da Legislação Federal e Trabalhista!

Cadastre-se e recebe as atualizações da Legislação Federal e Trabalhista!

Vamos te enviar GRATUITAMENTE atualizações da legislação federal e trabalhista, também sempre que em nosso blog tiver novos artigos, vamos te enviar em primeira mão, NÃO DEIXE DE SE CADASTRAR!

Bem vindo ao time de empresas que investem em Inteligência Fiscal!